segunda-feira, 28 de agosto de 2017

NÃO MAIS, QUE A LIRA TENHO DESTEMPERADA E A VOZ ENROUQUECIDA

Estas são algumas das palavras finais com que Camões, narrador, encerra a peça POR MARES NUNCA DANTES NAVEGADOS, cuja temperada se encerrou sábado, dia 26, com muitos elogios e carinho da simpática plateia. Obrigado a todos que compareceram ao Espaço Multicultural Gene Insanno para me ver nessa deliciosa loucura que é interpretar no palco a maravilhosa epopeia camoniana. Valeu! Estou feliz e espero agora oportunidades para apresentar em outros municípios; Cabo Frio, Saquarema, Maricá, São Pedro da Aldeia, São Paulo, Curitiba.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

OS LUSÍADAS NO TEATRO

19 de agosto de 2017, às 19 horas, no Espaço Multicultural Gene Insanno, você pode assistir à peça

POR MARES NUNCA DANTES NAVEGADOS



segunda-feira, 7 de agosto de 2017

QUEM VIU GOSTOU. VENHA SE DIVERTIR E INSTRUIR.

Os Lusíadas ganha versão para teatro

Camilo Mota, poeta, escritor, psicanalista, membro da Academia Araruamense de Letras, comentou:
“Há gente que torce o nariz só de ouvir falar em Camões. Leitura difícil, linguagem rebuscada e antiga. Quem se interessará por isso nesses dias em que tudo é automático e visual? Porém há muito mais do que isso em Luís de Camões. Sua obra desperta desejo, trazendo em seus versos a gênese da língua portuguesa que utilizamos. E o que seria de nós se não fosse a língua, esta senhora de mil faces que nos seduz com seus significados e significantes? 

O poeta Geraldo Chacon decidiu mostrar a vitalidade da obra camoniana fazendo uma belíssima adaptação para teatro e que está em cartaz durante todo o mês de agosto no Espaço Gene Insanno, em Araruama. Em cerca de 50 minutos, a plateia se encanta com a sonoridade dos versos que contam a saga portuguesa na abertura do caminho para o Oriente, ressaltando os feitos de Vasco da Gama, o drama de Inês de Castro, o enfrentamento do gigante Adamastor. Drama, humor e lirismo convivem em harmonia dentro de um contexto épico, e uma nova valoração surge graças à interpretação vibrante do ator-escritor.

Intitulada “Por mares nunca dantes navegados”, a adaptação levou 17 anos para ficar pronta. Na encenação atual, Chacon mostra a versatilidade e a criatividade que o teatro amador lhe concedeu ao longo dos anos, estruturando a peça em formato de monólogo.

 Monólogo, mas não monotonia. Aliás, Chacon surpreende pela capacidade de nos emocionar, porque a emoção pode ser sentida em cada trejeito de sua face, em cada olhar que dirige para o público, em cada personagem que nele se incorpora para distinguir os discursos que se encadeiam ao longo do texto.

Enfim, é um espetáculo de grande qualidade, essencial para qualquer pessoa que ame poesia e valorize a língua portuguesa. Fundamental para estudantes do ensino médio e para universitários de Letras e outras áreas, porque a obra fala sobre a alma de um povo, de uma ancestralidade que está presente em cada pessoa que habita este pedaço de chão onde vivemos.

SERVIÇO:

POR MARES NUNCA DANTES NAVEGADOS
Adaptação e Interpretação: Geraldo Chacon
Montagem: Grupo Operários da Arte
Direção: Angelah Dantas
Local: Gene Insanno – Rua Coronel Doring, 71 (ao lado da Baterama e da Pizzaria Na Lenha) – Araruama-RJ
Dia e hora:  12, 19 e 26 de agosto, às 19 horas (Chegue meia hora antes.)

sábado, 5 de agosto de 2017

HOJE NO ESPAÇO MULTICULTURAL GENE INSANNO

Chegou o dia, é hoje, venha ver em Araruama o monólogo POR MARES NUNCA DANTES NAVEGADOS, às 19 horas, rua Coronel Doring, 71, perto da Pizzaria Na Lenha. Não venha correndo senão pode cair na Lagoa de Araruama.